Agenda de Atividades

Nenhum evento no calendário
Julho 2019
Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Informativo Online

Receba notícias, comunicados e informações em seu e-mail:

Selecione seu município:  
  • 10/07/19 - AGIR ABRE CONCURSO PÚBLICO

    A Agência Intermunicipal de Regulação, Controle e Fiscalização de Serviços Públicos Municipais do Médio Vale do Itajaí - AGIR, divulga o lançamento do Edital nº 001/2019 para a realização de Concurso Público destinado ao preenchimento de vagas existentes e cadastro reserva do seu quadro de pessoal. A coordenação técnico/administrativa do Concurso Público será de responsabilidade do Instituto Consulplan.

    Leia mais...  

  • 28/06/19 - ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA DA AGIR OCORREU NA ÚLTIMA QUINTA-FEIRA (27/06)

    Na tarde da última quinta-feira (27/06), foi realizada a Assembleia Geral Ordinária da AGIR com os prefeitos dos municípios consorciados à Agência, e a participação da Associação dos Municípios do Médio Vale do Itajaí – AMMVI. Dentre os assuntos tratados destacaram-se a aprovação da ata anterior, ratificação do Convênio de Cooperação n° 02/2019 e orçamento para 2020. Além disso, foram discutidos assuntos gerais tais como, a aprovação de logo da AGIR - especial 10 anos, e a posse dos conselheiros do Comitê de Regulação da AGIR. São eles: Sr. Ciro Adriano da Silva, Sr. Natanael Gutz, Sr. Richard Buchinski, Sr. Rodrigo Afonso de Bortolli e Sr. Sérgio Pintarelli.

    Leia mais...  

  • 21/06/19 - ANIVERSARIANTES DO MÊS

    Em junho foram comemorados os aniversários de Doutor Pedrinho, Botuverá e Guabiruba. A AGIR parabeniza os municípios! 

    Leia mais...  

  • 13/06/19 - PRORROGAÇÃO! PREGÃO PRESENCIAL N° 044/2019 ACONTECERÁ NA PRÓXIMA TERÇA-FEIRA (18)

    Na próxima terça-feira (18), ocorrerá a licitação para o desenvolvimento do site e portal de ouvidoria da AGIR.

    Leia mais...  

  • 12/06/19 - NOTA PÚBLICA DE ESCLARECIMENTO - FALTA DE FORNECIMENTO REGULAR DE ÁGUA POTÁVEL EM INDAIAL - SC

    “Na qualidade de órgão público para a regulação, fiscalização dos serviços públicos do Médio Vale do Itajaí – AGIR, comunicamos que há mais de cinco (05) anos estamos alertando a CASAN, bem como as administrações municipais, anteriores e a atual, da precária atuação quanto ao fornecimento irregular de água potável aos usuários da cidade de Indaial.

    Leia mais...


Mais sobre: NOTíCIAS AGIR


Mais sobre: NOTíCIAS MUNICíPIOS


Mais sobre: INTERRUPçõES PROGRAMADAS


Mais sobre: NOTíCIAS SANEAMENTO

Neste sábado (23/08), a partir das 7h da manhã, inicia o BOTA FORA Sustentável do Samae Pomerode. Moradores devem colocar os móveis, eletrodomésticos, eletroeletrônicos, roupas, brinquedos, entre outros objetos a serem doados na calçada em frente à residência. No total, oito equipes farão o recolhimento com caminhões e três equipes estarão em caminhonetes para recolher em lugares de difícil acesso. Os veículos estarão adesivados com a logo da campanha. 

O Bota Fora é um jeito ecológico de se desfazer de tudo que não tem mais utilidade na sua casa, mas sem poluir o meio ambiente. E a vantagem é que, aquilo que não é mais útil para você pode fazer a diferença para outra família. 

Camas, sofás, celulares, computadores, fogões, geladeiras, armários, secadores de cabelo, baterias, brinquedos, bicicletas, roupas, calçados, são apenas alguns dos itens que podem ser doados para o Projeto Bota Fora. 

Todo o material será selecionado por uma equipe que fará triagem do que ainda pode ser reutilizado e de tudo aquilo que não possui conserto ou viabilidade de uso. O que ainda pode ser usado será distribuído para a população no dia 29 e 30 de agosto no Parque Municipal de Eventos, e os itens sem possibilidade de uso irão ganhar o destino correto e sustentável. 

Projeto Bota Fora 

Recolhimento:

Data: Sábado - 23 de agosto

Horário: A partir das 7h

Local: Todo material que deve ser recolhido precisa estar na calçada em frente à residência de cada morar que desejar doar. Em caso de chuva, a data será remarcada.

Coleta: Oito caminhões e três caminhonetes identificados com adesivos “Bota Fora” farão o recolhimento 

Distribuição dos materiais recolhidos:

Data: Sexta-feira e sábado - 29 a 30 de agosto

Horário: das 9h às 17h

Local: Parque Municipal de Eventos

Regras: Cada pessoa poderá levar até três itens, entre móveis e eletros.  No caso de roupas e calçados, o morador poderá levar o número de itens que for utilizar. O Samae de Pomerode não se responsabiliza pelo transporte dos itens. 

Fonte: Assessoria de imprensa da Prefeitura de Pomerode, fone (47) 3387-7273


Very Simple Image Gallery:
Could not find folder /home/storage/3/75/9b/agirsc/public_html/images/103/

Companhia Catarinense de Águas e Saneamento (Casan) elaborou um vídeo com explicação clara, simples e rápida sobre o processo de tratamento de esgoto.


Clique aqui para assistir ao vídeo.

 

Mais de 2,4 mil toneladas diárias de lixo doméstico da região garantem a produção de eletricidade para 18 mil habitantes

 

 

GUATAPARÁ - A primeira usina movida a lixo do interior de São Paulo foi inaugurada nesta quinta-feira, 14, em Guatapará. A usina transforma em energia 2,4 mil toneladas de lixo doméstico por dia.

O lixo recolhido em 20 cidades da região é usado para a produção de biogás. O investimento na usina foi de R$ 15 milhões e a capacidade é suficiente para gerar energia a 18 mil pessoas.

A usina já vinha operando experimentalmente há quase três meses. Ela foi construída pela Estre Energia Renovável em parceria com empresa portuguesa ENC Energy, e já está dando lucro.

Alexandre Alvim, diretor da Estre, conta que a unidade tem capacidade para gerar 4,2 megawatts e já passou a abastecer a subestação de Pradópolis (SP).

A empresa não divulga detalhes dos negócios, mas 80% da produção já foi comercializada no mercado futuro. Com a crise energética, investir na área tem sido algo rentável e o preço do megawatt já está perto de R$ 700.

A energia de biogás é vista como uma alternativa ao uso das usinas hidrelétricas, principais fontes de geração de eletricidade do país e que sofrem com a estiagem.

O biogás é conseguido através do gás metano liberado pelo lixo orgânico em decomposição no aterro sanitário de Guatapará.

O gás é captado no aterro do Centro de Gerenciamento de Resíduos e é processado e depois queimado para virar energia.

O grupo que opera a usina anunciou que pretende investir R$ 300 milhões para criar outras dez unidades do tipo até 2017 em outros aterros sanitários.

Quando todas estiverem operando, a receita anual deve chegar a R$ 200 milhões. Em Guatapará, a capacidade instalada deve dobrar até o final deste ano chegando a 10 megawatts.

Rene Moreira – Especial para o estado de São Paulo

Fonte: economia.estadao.com.br